Nem tudo pode ser domado

20171211_190034
Canal da Barra da Lagoa – Florianópolis, SC | 11/12/2017

Tão logo achei poderia que ser capaz de dizer
“finalmente estou pronto”
mas isso não seria verdadeiro
apenas o desejo totalmente cego.

Não que seja mentira
nem tão pouco sincera.
Deixe-me tentar fazer entender

Não foi planejado
embora não se possa negar:
o risco foi desejado.

Não houve nenhum plano
apenas sentir e tentar organizar
afinal, tal como poderia se fazer?
duelar contra o desconhecido?

Houveram-se tentativas de(s)controle
juntamente e acima de tudo, sede.
de como antes, poder respirar
e lidar com a novíssima novidade.

Uma simples e agoniante necessidade
resultante do descobrimento
no tropeço do acaso…
Uma outra existência
assim como a sua consequência.

Um grito vindo de dentro
como aprisionado em um invólucro.
Oprimido da sua liberdade
ora tão ansiada, temida,
agraciada e incompreendida.

Venha Tempo!
Seja meu guia,
mostra tua força com toda a energia.

Mesmo que nunca esteja pronto
por crescer mais a cada ponto
sei que estou no caminho certo.
Esse é meu singelo alento.


– Alexandre

Anúncios
20171128_161554
UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina, campi Trindade – Bosque do CFH | Florianópolis, SC | 28/11/2017

Entre abraços apertados
por amores represados
sentimentos ignorados
solidões demasiadas
somos tantas vezes desafiados…

Sempre a confrontar
alimentando-se da força e energia
sem jamais por princípio, se curvar.

Não somos capazes de nos contentar.
E nem nada de nos aquietar.
Vamos continuar?


– Alexandre

SobRe expressão

20171004_154249.jpg
4 anos. | Praia da Joaquina – Florianópolis, SC. | 04/10/2017

Escrever é dar ao mundo
uma lembrança maior que um segundo.

Trazer mais vida
lembrança e alegria, em tudo.
Ser memória em meio a cantoria.

Banhado em nosso silêncio
com tudo aquilo que gostaria de te dizer..
Dando um novo passo, a cada dia – ao viver.

SobreVivente, com pura alegria.
Esperança, e euforia.


– Alexandre

Engrenagem

20160911_172204
Ponte Hercílio Luz, em 4K. – Florianópolis, SC|Acervo pessoal de 11/09/2016.

Perecer sem arriscar.
Desistir sem lutar.
Ser grandeza
por trás da simples Beleza.

Com papel e caneta à mão
já sabemos o que fazer.
E, preparados ou não
nada pode nos deter.

Gritos de ardor
convivendo (d)entre
ecos de louvor.

Não precisamos vencer.
Basta, reflorescer.


– Alexandre

Continuidade, é vida

IMG_0807.jpg
Recortes. | Parque Estadual do Rio Vermelho, Praia do Moçambique – Florianópolis, SC | 15/04/2018.

Muitos dias temos conosco
mais dor para se queixar
do que alegria para explanar..

Devemos prosseguir
re(in)sistir.

De pé a ficar, mesmo sem motivos para sequer estar.
E tão bom ao final, poder olhar para si e sorrir
mesmo que eu não possa falar, ainda posso sentir.


– Alexandre

Elucidar

As vezes, um devaneio
completamente alheio
nos faz desejar
mais do que podemos
ser, realmente, capazes de lidar.

Quando tudo parecer acabar
a ponto de literalmente desmoronar
lembre-se que a derradeira verdade
não pode ser omitida contra vontade.


– Alexandre

Um pouco de coração por favor.

Precisamos saber problematizar.
Ter consciência do mundo ao nosso redor.
Aprender e escutar todos os lados para que a razão
e somente ela, reste, graças e pelas mãos do conhecimento.

Nenhuma dor foi diminuída
e jamais – sequer inferiorizada
ou muito menos esquecida.
Não foi exclusividade tampouco novidade, mas é uma verdade.
A situação, é um horror, o choque..

É morte.
Foi desumanidade.
É falta de compaixão.
Foi execução.

Marielle? Presente!

Eu havia acordado comigo mesmo, não envolver por padrão conteúdos externos – a temática do blog – mas esse, acabou tomando certa forma. Acordei sentindo essa necessidade, principalmente após o debate de ontem entre os candidatos a Reitoria da UFSC (eleições dia 28) – depois de toda a tragédia impetrada. É meu coração falando.


Alexandre